Busca


Coluna do Blog
Sem a ternura de Eduardo


Destaques
Aécio nega aproximação com candidatos do PSB
PSL desiste de deixar coligação de Marina
Responsável por Pasadena é Cerveró, diz ex-diretor
As primeiras emoções pelas 56 luas
Lula: mídia é o principal partido de oposição
Marina leva Aécio a buscar Alckmin e Pezão
Em cartaz no Recife, ópera em Cordel sobre Gonzaga
Para Humberto, Marina é "desagregadora e autoritária"
Marina pode fazer campanha enquanto TSE analisa pedido
Amaral diz que chapa será registrada com harmonia


Opinião


Projeções de resultados eleitorais - Maurício Costa Romão
























TwitterTwitterRádio do MagnoRSS

01
01/11
Inglês faz questão de ver a posse de Dilma com as três cadelas
 
Craig Alden, 41 anos, anda de bicicleta com as três cadelas de estimaçãoCraig Alden, 41 anos, anda de bicicleta com as três cadelas de estimação (Foto: Glauco Araújo/G1)

O inglês Craig Alden, 41 anos, vai levar as três cadelas de estimação para ver a posse de Dilma Rousseff, neste sábado (1º), em Brasília. As companheiras Sol, de 2 anos, Lee, de 5 anos, e Gui, de 7 anos, o acompanham na bicicleta para onde for. “Vou estar na frente da rampa do Palácio do Planalto para Dilma e Lula. Se eu estarei, as três cachorrinhas também vão estar lá.”

Professor de inglês, ele disse que começou a ensinar os cachorros a andar na bicicleta de forma improvisada. “Tinha outra cadela, a Lua, que já morreu, e ela sempre andava comigo apoiada no guidão. Essas aqui, quando eram pequenininhas, queriam subir também. Então, elas aprenderam a andar de bicicleta naturalmente.”

Alden afirmou que iria dar banho nas três cachorras na sexta-feira (31) e arrumá-las para participar, como espectadoras, da posse de Dilma. “Vou caprichar no banho dessa vez. A ocasião merece. Moro em Brasília há 20 anos e já estou acostumado com essa movimentação.”  (Do Portal G1)

  Escrito por Magno Martins, às 12h16
 
Comentários Comentários (3) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

01
01/11
Ovacionado, Eduardo se emociona no discurso de posse

 Numa cerimônia rápida que durou menos de cinco minutos, o governador reeleito Eduardo Campos foi declarado empossado e leu o juramento oficial na Assembleia Legislativa. Bastante apaludido, o governador recebeu elogios,principalmente do presidente da Alepe, deputado estadual Guilherme Uchoa.

Depois, o governador fez um discurso que relembrou mudanças expressivas que aconteceram em Pernambuco durante os últimos quatro anos. Eduardo resgatou também, um trecho de seu discurso de 2007, quando foi empossado governador de Pernambuco pela primeira. 'Meu pai, o escritor Maximiano Campos cosumava citar a sentença de Miguel de Unamono, reitor de Salamanca, segundo a qual coerência é a verdade, e relembro que assumimos a tarefa de escrever com serenidade e determinação uma história diferente, que inaugura um novo tempo para Pernambuco, um novo tempo no qual os que sempre perderam possam por fim ganhar.Um tempo em que as vítimas não sejam mais culpadas e em que a desigualdade social extrema cause indignação, e não indiferença, e seja combatida sem trégua, como se combate a uma doença fisica e moral'.  

Em outro trecho, o governador voltou suas expectativas para os deputados da Alepe: 'Nos próximos quatro anos temos a meta de termos convicção que Pernambuco contará com o poder legislativo para a deliberação de projetos importantes para o nosso estado'

Discurso 

Confira outros trechos do governador Eduardo Campos:

'Esse legado reclama um reconhecimento: as parcerias que fizemos com os municípios, sempre de caráter programático e sem discriminações, e ao presidente Lula, que se mostrou um fiel aliado de todas as horas, a quem, nesse momento, em nome do povo
de Pernambuco, presto uma justa homenagem, um tributo sincero e eterna gratidão de nossa gente'.

'Precisamos concluir e iniciar a operação dos grandes projetos estruturadores, coo a refinaria abreu e lima, a transposição do Rio são francisco, a ferrovia Transnordestina, a montadora da Fiat, a siderúrgica, os novos estaleiros, o pólo petroquímico, que nos vai permitir a retomada da indústria têxtil,dentre outros
empreendimentos que estão mundando a matriz econômica de Pernambuco. Vivendo, de fato, a sua verdadeira reindustrialização'.

Em diversos trechos, nos quais, o governador falou de seu avô, o ex-governador Miguel Arraes, foi bastante apaludido por todos no plenário. No entanto, ao agradecer à sua família, citando os nomes da mulher, Renata Campos e de seus quatro filhos: Maria Eduarda, João, José e Pedro,  Eduardo ficou bastante emocionado e com a voz embargada, chegou a chorar.

Lula e Dilma

Aluísio Moreira / SEI 

Também lebrou da convivência com o presidente Lula e a presidente eleita Dilma Roussef. 'A experiência de convivência frutífera com o presidente Lula nos  orienta a buscar o mesmo relacionamento com a presidente Dilma Rousseff, com quem tive a honra de servir ao Brasil como ministro de estado e a quem, na condição de presidente nacional do PSB, tive a oportunidade de emprestar apoio a sua candidatura à presidência da República, em momento decisivo de sua consolidação'.

'A presidenta Dilma terá do governador d Pernambuco e de seu povo, o apoio, a colaboração e o incentivo, em todos os momentos, da mesma forma que temos certeza de que sua excelência reservará aos pleitos, projetos e interesses do nosso estado a mais dedicada atenção'. (Do portal Diario de Pernambuco.com - Aline Moura)


  Escrito por Magno Martins, às 11h38
 
Comentários Comentários (5) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

01
01/11
Eduardo é aplaudido de pé na entrada da Assembleia
O governador reeleito Eduardo Campos acaba de chegar à Assembleia Legislativa e foi recebido por uma salva de fogos. Acompanhado pela comissão suprapartidária, Campos  foi rodeado por muitos jornalistas, que geraram um pequeno tumulto em frente à Alepe.

Os primeiros a entrar na Assembleia foram os deputados. Depois o governador entrou e foi recebido por uma salva de palmas por todos os presentes que o aguardavam, de pé, dentro do plenário. Ao entar, o governador foi recebido com a música Asa Branca, de Luiz Gonzaga. (Do portal Diario de Pernambuco.com - Júlia Schiaffarino)


  Escrito por Magno Martins, às 10h10
 
Comentários Comentários (4) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

01
01/11
Caso Battisti: quem ganhou foi Suplicy

_
jb

Do Informe JB - Leandro Mazzini

A permanência do italiano Cesare Battisti no Brasil, se por um lado desgasta o presidente Lula e a eleita, Dilma Rousseff – que ficará com o ônus da negociação com a Itália – por outro tem um vitorioso político discreto. É o senador Eduardo Suplicy (PT-SP), que acompanha o caso desde a prisão aqui no país do suspeito de quatro assassinatos na Itália. O contato cresceu quando Battisti foi transferido para o presídio da Papuda, em Brasília. Sem segredos de sua ligação com ele, o senador escreveu artigos para o mundo, o defendeu em numerosos discursos no Senado, se expôs e foi criticado, por autoridades brasileiras e inclusive pelos jornais italianos. Suplicy fez visitas seguidas a ele, deu assistência jurídica e virou seu amigo.

  Escrito por Magno Martins, às 10h00
 
Comentários Comentários (1) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

Coluna de hoje na Folha

         Em céu de brigadeiro

É extremamente otimista o cenário para o segundo mandato do governador Eduardo Campos, que começa neste primeiro dia do ano novo. Na despedida do poder em Pernambuco, Lula disse que o segundo mandato é pior do que o primeiro, porque passa tão rápido que não dá nem para perceber, de tão efêmero. O presidente já vivia ali a nostalgia de perder o poder. Para Eduardo, tudo é diferente.

O seu segundo mandato ele tem que cumprir metas que superem o anterior na sua plenitude. Porque será no embalo do sucesso que poderá traçar o plano de voo nacional para daqui a quatro anos, seja vice-presidente numa chapa com Lula ou, quem sabe, disputando em faixa própria, algo que pode ser visto, claro, como um caminho de herói e não há espaço para heroísmo em política.  

O que realmente importa para o governador são as coisas que estão vivas no momento, pois como disse o poeta argentino Jorge Luis Borges, o momento é a única coisa que existe. E o momento de Eduardo para alavancar o seu segundo mandato chegou onde ele menos esperava - das montanhas de Minas Gerais,  – a montadora da Fiat.

Se, ao final de quatro anos, o Estado contar com uma fábrica de automóveis, uma siderúrgica e a refinaria, finalmente, sair do papel, em 2014, além de se apresentar como vice que todo presidencial gostaria de ter, no Estado Eduardo elege um poste.

HAJA LENÇOS! – O cerimonial do Palácio do Planalto já reforçou o estoque de lenços para o chororô da solenidade de transmissão do cargo, hoje, de Lula para Dilma. O quase já ex-presidente anda tão à flor da pele que qualquer palavra que se associe a saudade faz ele se derreter em lágrimas. Foi assim no Recife, terça-feira, e em Fortaleza, na quarta.

Buraqueira sertaneja - O primeiro grande desafio do novo secretário de Transportes, Isaltino Nascimento, será tirar o sertão do isolamento, restaurando a sua malha viária que virou pó, literalmente. As piores estradas estão no Pajeú, Moxotó e no Alto Sertão. E ele já prometeu dar uma circulada pela região.

Pernambucanos reforçam equipe  - O novo ministro da Integração, Fernando Bezerra Coelho, que toma posse, amanhã, pretende formar uma equipe técnica remanejando quadros pernambucanos. O primeiro convocado, o atual secretário de Ressocialização, Humberto Viana, assume a Secretaria Nacional de Defesa Civil. Outro que deve ser aproveitado é o engenheiro Roberto Andrade, ex-vereador do Recife.

Bem na foto - O prefeito em exercício, Milton Coelho, chega muito bem ao final da interinidade forçada pelas circunstâncias de saúde do prefeito João da Costa. Discreto, mas eficiente, deu mais agilidade à gestão, fez uma belíssima iluminação de Natal e ainda acelerou obras que estavam em ritmo de tartaruga. Está credenciado.

Nome do sertão- O prefeito de Serra Talhada, Carlos Evandro (PR), emplacou o superintendente do DNIT em Pernambuco. A pedido do deputado Inocêncio Oliveira, indicou o primo Rômulo Pereira. Já para a secretaria-executiva de Turismo, vai o administrador Antônio Júnior, que exerceu a mesma função em Transportes.

 

CURTAS –

CONTATO– Raul Jungmann estranha que o deputado Augusto Coutinho (DEM) tenha afirmado que encontrou dificuldades para localizá-lo para tratar de liderança da oposição na Alepe. “Meu celular vive 24 horas ligado”, garante.

FESTA – Uma delegação de pernambucanos irá à transmissão do cargo do ministro da Integração, Fernando Bezerra Coelho, marcada para a próxima segunda-feira, em Brasília. O grupo é formado por políticos e empresários.

DESVIOS– Por falar em Integração, o primeiro grande desafio do novo ministro será acelerar as obras da transposição, que estão praticamente paradas em vários lotes, principalmente o de Cabrobó. Ali, dá denúncias de várias ilegalidades.

'O temor do SENHOR é o princípio do conhecimento; os loucos desprezam a sabedoria e a instrução'. (Provérbios 1-7)



Escrito por Magno Martins, às 07h00 

01
01/11
Posse de Eduardo hoje, na Assembleia, em cerimônia rápida

Aluísio Moreira / SEI

Após ser eleito com mais de 82% dos votos, Eduardo Campos inicia já neste sábado (1º) o segundo mandato à frente do Governo do Estado. Apesar do ressultado das urnas que o tornou o governador campeão de votos no Brasil, a cerimônia de posse está marcada para as 10h na Assembleia Legislativa de Pernambuco e será bastante rápida. Toda a cerimônia deverá durar apenas uma hora. Em seguida, Eduardo viajará para Brasília para participar da posse da presidente eleita Dilma Rousseff. Por isso, não haverá nenhum evento no Palácio do Campo das Princesas nem desfile em carro aberto.

A posse se restringe a solenidade na Assembleia. Na ocasião, além da entrega das declarações públicas de bens do governador e do vice reeleitos, ocorrerão as assinaturas do Termo de Posse por parte dos deputados e dos componentes da Mesa.
A cerimônia prevê ainda pronunciamentos de Eduardo e do presidente da Assembleia, deputado Guilherme Uchoa, que convidará o governador reeleito a prestar o compromisso constitucional, previsto na Carta Estadual.(Informações do portal pe.360graus)

  Escrito por Magno Martins, às 05h54
 
Comentários Comentários (0) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

01
01/11
Dilma toma posse já com foco na erradicação da miséria

Dilma Vana Rousseff, 63, torna-se hoje a primeira mulher a ocupar a Presidência da República. Quadragésima presidente do país, sua prioridade já foi definida: lançar um plano nacional de erradicação da miséria. O plano fará parte de seu discurso de posse, que vai enfatizar a necessidade de aprofundar as mudanças iniciadas por Luiz Inácio Lula da Silva, seu antecessor e mentor político. A ideia será sintetizada no mote 'um Brasil que apenas começou'.

Sob o carimbo da continuidade, Dilma quer cravar seu próprio selo social, a exemplo do Fome Zero e do Bolsa Família, arrimo da alta aprovação lulista. Ela já marcou reunião com sete ministros para discutir um plano que elimine a pobreza extrema em quatro anos -uma das principais promessas de campanha da petista. A ideia é reunir os programas existentes no governo e lançar novos, como iniciativas específicas de financiamento e capacitação profissional, portas de saída do Bolsa Família. O programa tem o desafio de retirar da miséria 18 milhões de pessoas.

DEIXAR MARCAS

Sucessora do presidente mais popular da história recente, a petista quer deixar marcas também nas áreas de saúde e segurança pública, dois setores que ficaram aquém do esperado nos oito anos de governo Lula. Na primeira semana de trabalho, pretende agendar reunião com governadores para debater e traçar planos nessas duas áreas.
Ex-guerrilheira ligada a grupos que combateram a ditadura, Dilma prometerá manter a política econômica ortodoxa, mas com medidas para acelerar investimentos e reduzir os juros.

Mineira radicada no Rio Grande do Sul, ela tem sua posse marcada para as 14h30, em cerimônia no Congresso. Ali fará seu principal discurso, destacando que promoverá um governo de 'continuidade, mas aprofundando e avançando'.Depois, já como presidente, segue para o Palácio do Planalto, onde receberá a faixa presidencial de Lula e receberá os cumprimentos de 23 chefes de Estado. Ao lado do vice, o peemedebista Michel Temer, Dilma faz um pronunciamento no parlatório. Às 18h30, participa de recepção a autoridades estrangeiras no Itamaraty.

DESAFIOS
Dilma assume o governo com um cenário econômico desafiador: inflação em alta, gastos públicos acima do desejável e uma situação cambial pouco confortável.
Uma de suas primeiras medidas será anunciar um corte no Orçamento, superior a R$ 20 bilhões. Editará, ainda, projetos para controlar o crescimento dos gastos. Com isso, espera auxiliar o Banco Central na tarefa de conter a inflação, abrindo espaço para amenizar a rigidez da política monetária. No discurso do Congresso, Dilma pontuará o símbolo histórico de sua eleição: a chegada de uma mulher ao cargo máximo do país. Assumem com ela nove ministras, o maior time feminino já admitido no primeiro escalão.(Da Folha de S.Paulo - Natuza Nery e  Valdo Cruz)

  Escrito por Magno Martins, às 05h50
 
Comentários Comentários (5) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

01
01/11
Acordo Lula-Berlusconi: Suplicy, desastrado, melou tudo

 Não era... Assessores de Lula atribuem a uma entrevista dada na semana passada por Eduardo Suplicy (PT-SP), na qual o senador insinuou a existência de acordo 'branco' bilateral para que Cesare Battisti não fosse extraditado, a forte reação italiana à decisão do Brasil.

...para falar Lula manifestara a Silvio Berlusconi em junho a intenção de manter o terrorista no país. À ocasião, os dois combinaram que isso seria feito com discrição. Quando o pacto foi aberto por Suplicy, o premiê italiano ficou em maus lençóis. O telefonema que o Planalto daria a Berlusconi anteontem foi abortado. (Painel - Folha de S.Paulo - Renata Lo Prete)

  Escrito por Magno Martins, às 05h30
 
Comentários Comentários (2) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

01
01/11
Vai beijar a pedra

Aliança - A primeira viagem oficial de Dilma será para os EUA, a fim de reforçar os laços. Barack Obama já foi avisado. É tradição entre os presidentes brasileiros que tomam posse dar uma passadinha em Washington. Em tempo: os Estados Unidos ainda são os maiores parceiros comerciais do Brasil, apesar de algumas pendências bilaterais. (Do Informe JB - Leandro Mazzini)

  Escrito por Magno Martins, às 05h00
 
Comentários Comentários (1) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

01
01/11
Sem medo da sombra

EU SOU O SOL - Dirigente petista acha que o 'perfil baixo' da equipe ministerial de Dilma Rousseff ajudará a presidente eleita a firmar a própria imagem junto aos eleitores. 'Como ela ainda não é popular, grandes estrelas poderiam ofuscá-la com facilidade', opina o político. Já Lula, no primeiro mandato, nomeou 'uma constelação', como Gilberto Gil, Marina Silva, Cristovam Buarque, Márcio Thomaz Bastos e Henrique Meirelles.      (Mônica Bergamo - Folha de S.Paulo)

  Escrito por Magno Martins, às 04h30
 
Comentários Comentários (2) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

01
01/11
Filhos de imigrantes

Fernando Rodrigues *

Ao tomar posse hoje, Dilma Rousseff será a 40ª pessoa a assumir a Presidência da República. Filha de um imigrante búlgaro, a petista passará também a fazer parte de um clube exclusivo, com apenas dez sócios confirmados: os presidentes filhos de pai e/ou mãe nascidos no exterior. Faltam dados biográficos confiáveis na Biblioteca do Senado, uma das melhores do país sobre política, a respeito de 9 dos 40 presidentes brasileiros até hoje. Entre os 31 para os quais há informação disponível, 10 tiveram pais imigrantes.
Portugal predomina como origem. Seis presidentes brasileiros foram filhos de pais portugueses: Rodrigues Alves, Afonso Pena, Delfim Moreira, Arthur Bernardes, Tasso Fragoso e Costa e Silva. Ranieri Mazzilli era filho de pai e mãe italianos. O pai de Emílio Médici nasceu no Uruguai. Ernesto Geisel teve pai alemão.

Por fim, Dilma Rousseff é filha de Pétar Russév, que emigrou da Bulgária para o Brasil e adotou como nome Pedro Rousseff. Dilma Jane Coimbra Silva, a mãe da presidente, nasceu no Rio de Janeiro e cresceu em Minas Gerais.

O fato de pelo menos 10 dos 40 presidentes (25% do total) serem filhos de imigrantes coloca o Brasil à frente dos EUA nessa estatística étnica-cultural. Entre os 44 ocupantes da Casa Branca até hoje, apenas 7 (ou 16%) tiveram pais estrangeiros, incluindo Barack Obama, filho de um queniano e de uma norte-americana nascida em Kansas.
A ascensão de Dilma, já se sabe, traz vários ineditismos e fatos raros. Ela é a primeira mulher e ex-guerrilheira a assumir o Planalto. Sucede a dois presidentes eleitos pelo voto direto que concluíram seus mandatos -algo ocorrido pela última vez em 1926, com Washington Luís.

Mas por ser filha de um imigrante, a presidente ajuda a emitir um bom sinal ao mundo e a certos bolsões (ainda minoritários) xenófobos no país: o Brasil continua aberto e é uma terra de oportunidades. 

* Folha de S.Paulo)

  Escrito por Magno Martins, às 04h00
 
Comentários Comentários (2) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

01
01/11
Lula e Battisti incendeiam relações entre Brasil e Itália

A decisão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva — na despedida do Planalto — de não extraditar o terrorista italiano Cesare Battisti abriu uma crise diplomática entre o Brasil e a Itália. O ministro da Defesa italiano Ignazio La Russia classificou a decisão favorável a Battisti como ‘injusta e gravemente ofensiva’.  “O presidente Lula deveria, então, declarar sua escolha não só ao governo, mas a todos os italianos, em particular às famílias das vítimas e a um homem na cadeira de rodas”, alfinetou a nota italiana sobre a decisão do presidente Lula.

As duras declarações do governo italiano não fizeram o presidente Lula recuar. Em nota oficial, a presidência informou que “o governo brasileiro manifesta profunda estranheza com os termos da nota da presidência do Conselho de Ministros da Itália, de 30 de dezembro de 2010, em particular com a impertinente referência pessoal ao Presidente da República”.

Dois pesos, duas medidas

Num artigo analítico, o correspondente do jornal no Brasil, Rocco Cotroneo, lembra que Battisti também se refugiou nos anos 90 na França, através da Doutrina Miterrand, na qual o ex-presidente francês François Miterrand concedia abrigo a ativistas de esquerda estrangeiros que tivessem abandonado a violência e não praticassem mais crimes.
 
Segundo Controneo, ao ameaçar o Brasil com “consequências”, a Itália usa dois pesos e duas medidas, já que não tentou retaliar a França. “Pelo menos o Brasil está se esforçando, há três anos, para dar apoio legal à decisão. Os franceses, não. Bastava a palavra dada de Battisti a Mitterrand, sem nem explicar”.

  Escrito por Magno Martins, às 03h30
 
Comentários Comentários (2) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

01
01/11
Agora é Dilma

O Brasil que Dilma Rousseff herda a partir das 14h30 de hoje Luiz Inácio Lula da Silva não é mais aquele país conhecido pela economia em crise, pouco crescimento, inflação galopante, alto desemprego e distribuição de renda extremamente desigual. Em oito anos de governo, Lula arrumou a casa e, segundo as mais recentes pesquisas Ibope e CNT/Sensus, conquistou 87% de popularidade entre os brasileiros. A alta aprovação traduziu-se em nova vitória do PT nas urnas: Dilma, ex-ministra-chefe de Lula e sua discípula política, foi eleita a primeira mulher presidenta do Brasil, com 55.752.483 votos.

O País terminou 2010, e a era Lula, com um crescimento da economia estimado em pelo menos 7,5%. Contidos no primeiro mandato de Lula, os investimentos deslancharam na segunda metade do governo, com destaque para investimentos da Petrobras, do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). A indústria nacional encerra 2010 com 8,5% de crescimento, dois anos depois de o País ter recebido o grau de investimento, certificação das agências de risco de que o País não dará calote na dívida pública. Em novembro, a taxa de desemprego, medida pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), atingiu 5,7%, o menor nível da História.

'A vida continua'

Depois de tomar café da manhã com Dilma Rousseff, o presidente Lula fez um discurso para se despedir dos ministros e funcionários do Palácio do Planalto. Disse que faria “força para não chorar” e emendou: “Quero ver, na segunda-feira, quando não tiver ajudante de ordens, quem virá trazer os óculos: ‘Dona Marisa, pega meus óculos?’ ‘Vai pegar você!’ Ô meu filho, pega um cafezinho para mim? ‘Não sou seu empregado!’ E a vida continua”.

 

  Escrito por Magno Martins, às 02h14
 
Comentários Comentários (3) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

31
12/10
Coluna de hoje na Folha

         Em céu de brigadeiro

É extremamente otimista o cenário para o segundo mandato do governador Eduardo Campos, que começa neste primeiro dia do ano novo. Na despedida do poder em Pernambuco, Lula disse que o segundo mandato é pior do que o primeiro, porque passa tão rápido que não dá nem para perceber, de tão efêmero. O presidente já vivia ali a nostalgia de perder o poder. Para Eduardo, tudo é diferente.

O seu segundo mandato ele tem que cumprir metas que superem o anterior na sua plenitude. Porque será no embalo do sucesso que poderá traçar o plano de voo nacional para daqui a quatro anos, seja vice-presidente numa chapa com Lula ou, quem sabe, disputando em faixa própria, algo que pode ser visto, claro, como um caminho de herói e não há espaço para heroísmo em política.  

O que realmente importa para o governador são as coisas que estão vivas no momento, pois como disse o poeta argentino Jorge Luis Borges, o momento é a única coisa que existe. E o momento de Eduardo para alavancar o seu segundo mandato chegou onde ele menos esperava - das montanhas de Minas Gerais,  – a montadora da Fiat.

Se, ao final de quatro anos, o Estado contar com uma fábrica de automóveis, uma siderúrgica e a refinaria, finalmente, sair do papel, em 2014, além de se apresentar como vice que todo presidencial gostaria de ter, no Estado Eduardo elege um poste.

HAJA LENÇOS! – O cerimonial do Palácio do Planalto já reforçou o estoque de lenços para o chororô da solenidade de transmissão do cargo, hoje, de Lula para Dilma. O quase já ex-presidente anda tão à flor da pele que qualquer palavra que se associe a saudade faz ele se derreter em lágrimas. Foi assim no Recife, terça-feira, e em Fortaleza, na quarta.

Buraqueira sertaneja - O primeiro grande desafio do novo secretário de Transportes, Isaltino Nascimento, será tirar o sertão do isolamento, restaurando a sua malha viária que virou pó, literalmente. As piores estradas estão no Pajeú, Moxotó e no Alto Sertão. E ele já prometeu dar uma circulada pela região.

Pernambucanos reforçam equipe  - O novo ministro da Integração, Fernando Bezerra Coelho, que toma posse, amanhã, pretende formar uma equipe técnica remanejando quadros pernambucanos. O primeiro convocado, o atual secretário de Ressocialização, Humberto Viana, assume a Secretaria Nacional de Defesa Civil. Outro que deve ser aproveitado é o engenheiro Roberto Andrade, ex-vereador do Recife.

Bem na foto - O prefeito em exercício, Milton Coelho, chega muito bem ao final da interinidade forçada pelas circunstâncias de saúde do prefeito João da Costa. Discreto, mas eficiente, deu mais agilidade à gestão, fez uma belíssima iluminação de Natal e ainda acelerou obras que estavam em ritmo de tartaruga. Está credenciado.

Nome do sertão- O prefeito de Serra Talhada, Carlos Evandro (PR), emplacou o superintendente do DNIT em Pernambuco. A pedido do deputado Inocêncio Oliveira, indicou o primo Rômulo Pereira. Já para a secretaria-executiva de Turismo, vai o administrador Antônio Júnior, que exerceu a mesma função em Transportes.

 

CURTAS –

CONTATO– Raul Jungmann estranha que o deputado Augusto Coutinho (DEM) tenha afirmado que encontrou dificuldades para localizá-lo para tratar de liderança da oposição na Alepe. “Meu celular vive 24 horas ligado”, garante.

FESTA – Uma delegação de pernambucanos irá à transmissão do cargo do ministro da Integração, Fernando Bezerra Coelho, marcada para a próxima segunda-feira, em Brasília. O grupo é formado por políticos e empresários.

DESVIOS– Por falar em Integração, o primeiro grande desafio do novo ministro será acelerar as obras da transposição, que estão praticamente paradas em vários lotes, principalmente o de Cabrobó. Ali, dá denúncias de várias ilegalidades.

'O temor do SENHOR é o princípio do conhecimento; os loucos desprezam a sabedoria e a instrução'. (Provérbios 1-7)

  Escrito por Magno Martins, às 23h59
 
Comentários Comentários (2) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

31
12/10
A vida é um enorme poema. Feliz 2011!

Como faço todos os anos, rompo 2011 no sertão, ao lado da família. É uma tradição que nunca quebrei, mesmo morando tantos anos em Brasília e agora no Recife. Voltar às origens é abrir a porta do longo e quase eterno caminho mergulhado no passado. Diz o poeta T. S. Eliot que o fim da nossa viagem será chegar ao lugar de onde partimos. E conhecê-lo então pela primeira vez.

O Eclesiastes, um dos livros mais belos da Bíblia, revela que o que foi, é o que há de ser; e o que se fez, isso se tornará a fazer. Meus pais Gastão e Margarida completam 61 anos de casamento neste 31 de dezembro de 2010. Ano passado, reunimos os nove filhos, netos e bisnetos para comemorar as bodas de diamantes. Foi uma festa de amor. Mas, neste ano, nem todos, infelizmente, estarão presentes.

Nosso corpo padece desta doença: o amor. Seu limite não é a pele. Ele contém o universo inteiro. Faz lembrar Pablo Neruda: “Sou onívoro de sentimentos, de seres... Comeria toda a terra. Beberia todo o mar”.

Não pense que ir ficando velho é ruim. Tem as suas vantagens. Ir ficando velho é desistir de pegar as estrelas, muito altas, longe no futuro. Cada novo dia é um milagre de graça, uma taça de prazer que deve ser bebida até o fim, sem deixar para amanhã.

Um poeta desconhecido disse que a cabeça é como uma taça que pode estar cheia ou vazia. Se estiver cheia com seus próprios sentimentos, todas as maravilhas do mundo lhe serão inúteis: derramarão pela borda, como a água que se derrama pelas bordas de um copo já cheio. Para se poder ver é preciso parar de pensar.

Ficar velho tem as suas vantagens para quem não consegue envelhecer. Ontem, revi seu “Bibiu”, um velho amigo do meu pai em Afogados da Ingazeira. Ele está perdendo a visão, mas não o coração nem a emoção de viver, aos 80 anos.

Tem 14 filhos do primeiro casamento e quatro do segundo, portanto 18 filhos. E sabe o que ele me revelou? Gostaria de recuperar a visão para resgatar, consequentemente, a sua capacidade de amar e, quem sabe, de fazer mais filhos!

Ao ouvir Bibiu, lembrei-me de Fernando Pessoa que disse que o mundo não se fez para pensarmos nele, mas para olharmos para ele e amá-lo. Que o amou seja eterno enquanto dure, como profetizou Vinicius.

Romper o ano no lugar que a gente partiu, mas deixou as origens lá, como o sertão, tem um sabor especial. Milan Kundera diz que quando estamos felizes, todos os dias são belos. Mas são belos para quem sabe apreciar as coisas simples da vida.

Aqui, onde vivi por muitos anos, ao crepúsculo ainda se toca a Ave Maria. E toda a natureza para como se estivesse rezando. Quando o sol se põe nessas paragens daqui, os rios ficam cor de rosa. A lição da poesia: é preciso contemplar o crespésculo no horizonte para se sentir a beleza incomparável do momento.

Que em 2012 nunca percamos a leve sabedoria do viver. Perguntaram a Rubem Alves o que é a vida. Disse ele:

“Vida são olhos que saúdam as madrugadas, acariciam as noites, acolhem sorrisos; ouvidos que recebeu o barulho dos ventos, ouvem gemidos de dor, escutam palavras de amor; bocas que experimentam o deleite dos frutos e dos beijos e que recitam poemas; narizes que sentem o cheiro da maresia, da comida que se cozinha no fogão e dos corpos suados.

Pernas que andam pelos bosques e levam mensagens a lugares distantes; braços que plantam jardins, e que se estendem para os abraços e para as lutas”.

A vida é um poema enorme!

Feliz 2011!

  Escrito por Magno Martins, às 18h00
 
Comentários Comentários (5) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

31
12/10
Último Frente a Frente do ano começa daqui a pouco

Daqui a pouco, começa o último Frente a Frente do ano, ancorado por este blogueiro com a participação de Adriano Roberto. O programa é retransmitido por 30 emissoras no Estado. Se você estiver em outro Estado ou País, ouça pela rádio do blog clicando no botão aí ao lado “Frente a Frente com Magno Martins”. Participe! Mande o seu e-mail no frenteafrentecommagno@gmail.com ou participe entrando no chat pela página de Adriano Roberto: www.reporterdosconcursos.com.br Quando abrir clique em chat. Ou então pela www.redepernambucana.radio.br

  Escrito por Magno Martins, às 17h55
 
Comentários Comentários (0) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

31
12/10
"Vou sair correndo e não entregar a faixa a Dilma", diz Lula

Em tom de brincadeira, o presidente  Lula disse, hoje, no último dia de seu governo, que neste sábado, ao entregar oficialmente o comando do País para a nova presidente, Dilma Rousseff, pode simplesmente "sair correndo" e se recusar a entregar a faixa presidencial à sua sucessora, informa o portal Terra.

"Amanhã, às 4h, passarei a faixa para a Dilma. Se ela vacilar, eu saio correndo. Quero vê-la correr atrás de mim na Esplanada, atrás daquela faixa. Por isso é que eu me preparei fisicamente. Ela disse que parou de andar, então ela vai estar menos preparada do que eu, fisicamente", brincou Lula ao se despedir de servidores do governo e do Palácio do Planalto.

  Escrito por Magno Martins, às 17h40
 
Comentários Comentários (2) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

31
12/10
Faixa de Dilma tem diamantes e ouro

O adorno da faixa presidencial, que será usada pela presidente Dilma Rousseff, é formado por jóias, todas originais, valiosas e raras. O material tem detalhes em diamante, 27 estrelas em ouro 18 quilates simbolizando os estados da federação e franjas de ouro de 10 centímetros elaboradas a partir de 90 cordões feitos manualmente.

Segundo o Jornal do Brasil, a centenária faixa, instituída por decreto em 21 de dezembro de 1910 pelo presidente Hermes da Fonseca, é confeccionada em chamalote (tecido de lã e seda) nas cores verde-bandeira e amarelo-ouro, alternadamente, distribuído em 1,67 metro de comprimento e 15 centímetros de largura. Dilma Rousseff não ostenta jóias chamativas em dias normais de trabalho. Mas, amanhã, ela terá que usar. 

  Escrito por Magno Martins, às 17h30
 
Comentários Comentários (0) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

31
12/10
Frente a Frente de hoje será muito especial

O último Frente a Frente do ano, que irá ao ar daqui a pouco, das 18 às 19 horas, pela Rede Pernambucana de Rádio, será muito especial e você não pode perder. Veja abaixo a relação das emissoras que integraram a rede, cuja cabeça é a Rádio Olinda:

Rádio Olinda AM - 1030

Rádio Planalto AM do Recife – 950

Rádio Cidadania FM 105.3 – Jaboatão dos Guararapes

Liberdade FM de Caruaru - 94,7

Pajeú de Afogados da Ingazeira - AM 1.500

Integração FM de Surubim - 88,5

Vilabela FM de Serra Talhada - 94,3

Sertânia FM - 100,1

Ponte de Petrolina FM - 91,5

Gazeta FM de São José do Egito - 95,3

Itaquitinga FM - 98,5

Bitury AM de Belo Jardim - 1530

Vida FM de Salgueiro - 104,9

Cardeal Arcoverde AM - 600

Verdejante de Verdejante FM - 104,9

Rádio Calheta FM do Cabo de Santo Agostinho - 98,5

Educadora AM de Belém de São Francisco - 1.470

Vale AM de Santa Cruz do Capibaribe - 1,370

Litoral FM de Paulista - 93,6

Rádio Cultura FM de Bom Jardim - 106,7

Líder Jupi - FM 87,9

Cidade FM - 88.7 – Tabira

São Bento FM – 104,9

Sanharó FM 104.9

Alternativa FM 104.9 – Agrestina

Nova FM 87.9 – Mirandiba

Alternativa FM 98,5 – Nazaré da Mata

  Escrito por Magno Martins, às 17h06
 
Comentários Comentários (0) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

31
12/10
Brasil terá primeira embaixada palestina nas Américas

O presidente da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas, agradeceu hoje o Brasil por reconhecer o Estado palestino, com a primeira embaixada palestina nas Américas. Ele disse que outros países seguirão o exemplo brasileiro, informa O Globo. O Brasil foi o primeiro país sul-americano a reconhecer o Estado palestino com base nas fronteiras anteriores à guerra de 1967.

"Agradecemos ao Brasil pelo apoio na construção do Estado palestino. Nós nunca esqueceremos", declarou Abbas, depois de lançar em Brasília a pedra fundamental da sua primeira embaixada no Ocidente. Israel diz que a medida é "seriamente prejudicial" ao processo de paz no Oriente Médio, e Washington a classificou de "prematura".

  Escrito por Magno Martins, às 17h00
 
Comentários Comentários (2) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  


Copyright Magno Martins. 2011. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.