Busca


Coluna do Blog
PT tenta virar o jogo


Destaques
Coluna da quinta-feira
TV: TSE diz que Dilma e Aécio acertaram fim de ofensas
Marco Zero recebe ato de apoio a Aécio
Brado 'Fora Dilma' e 'Fora Lula' dominou o Marco Zero
Com FHC e Ronaldo, ato em SP marcado pelo antipetismo
Paulo Câmara chega ao ato pró Aécio no Marco Zero
Campanha invade a CPI: querem convocar Dilma e Aécio
Ouça o Frente a Frente desta quarta-feira (22/10)
O Brasil está cheio das agressões de Lula
Na reta final, Dilma monta 'QG' em hotel no Rio


Opinião


PR sob o signo da trairagem - José Adalberto Ribeiro
























TwitterTwitterRádio do MagnoRSS

03
10/09
Fidel Castro diz que Rio 2016 é vitória do Terceiro Mundo
 O líder cubano, Fidel Castro, estimou nesta sexta-feira que a realização dos Jogos Olímpicos de 2016 no Rio de Janeiro é uma vitória que prova a "crescente influência" do Terceiro Mundo na arena internacional, em um artigo publicado no site Cubadebate.

"A vitória da cidade brasileira é uma prova crescente da influência dos países que lutam por seu desenvolvimento", e "que não digam que foi generosidade das Nações ricas para com o Brasil", destaca Castro no artigo "Um triunfo do Terceiro Mundo".

"Poderosas potências econômicas competiram para ser a sede das Olimpíadas de 2016, entre elas duas das mais industrializadas do planeta: Estados Unidos e Japão", mas venceu o Rio de Janeiro, "uma cidade do Brasil", diz Fidel, de 83 anos, um grande fã dos esportes.

O "Comandante" estima que "apesar de esportes populares como a pelota (beisebol) darem lugar a entretenimentos de burgueses e ricos, os povos do Terceiro Mundo compartilham a alegria dos brasileiros e apoiarão o Rio de  Janeiro".A partir dos Jogos de 2012, em Londres, o beisebol sairá do programa olímpico, com a possível inclusão do golfe e do rugby.(Agência AFP)

  Escrito por Magno Martins, às 04h38
 
Comentários Comentários (4) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

03
10/09
Estão escondendo o quê?
 Não adianta a gente ter boa vontade para com o governo e o Congresso. Como regra,  eles fazem o dia seguinte sempre ficar um pouquinho pior do que a véspera.  Na Câmara,  por pressão do palácio do Planalto, 42 deputados da base governista retiraram suas assinaturas do requerimento de constituição de uma CPI para investigar o MST. Era necessário o apoio de 171 deputados, os autores do pedido haviam conseguido 213 mas, em menos de 48 horas, esta semana, o número baixou para 168. No Senado, as assinaturas ultrapassaram o quorum mínimo: 27 bastariam, 36 senadores comprometeram-se coma CPI. Só que não adiantou nada, pois os deputados dos partidos governistas cederam à pressão de seus líderes.

 

O triste nessa história é que até integrantes da bancada ruralista, que liderou a tentativa, retiraram suas assinaturas. Um valor maior se levantou. No caso, a promessa de liberação de verbas para emendas ao Orçamento e, quem sabe, outros favores e benesses.

 

Por que esse pavor do governo em ver investigadas as ações do Movimento dos Sem Terra?   Ninguém duvida de que o grupo exprime o que de mais moderno e oportuno se criou no país em muitas décadas. Quem pode ser contra a reforma agrária? Nem os ruralistas, com algumas exceções. O diabo é que o MST, puro e necessário  quando de sua criação, conspurcou-se até se tornar, em parte,  num fator de violência. Não resistiu á tentação de viver dos cofres da União, recebendo centenas de milhões de reais  todos os anos através de contratos escusos e   ONGs fajutas. Invadir prédios públicos urbanos tornou-se sua prática maior, sem falar das propriedades produtivas e das exigências descabidas a respeito da produtividade rural. Ou da ocupação de rodovias e ferrovias sem a menor relação com a reforma agrária.

 

Por que o governo quer obstruir investigações a respeito dos excessos do MST?  Viraram  regra, em vez de exceção?                                                       

(Carlos Chagas)

  Escrito por Magno Martins, às 04h00
 
Comentários Comentários (1) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

03
10/09
Golpistas venceram
 O objetivo último dos golpistas hondurenhos não era interromper o mandato atual do presidente Manuel Zelaya mas impedir que ele tentasse um segundo período, via alteração constitucional para introduzir a reeleição.

Afinal, quando Zelaya foi deportado, faltavam apenas sete meses para se esgotar, em janeiro, o mandato original e não havia pela frente nenhuma iniciativa que pudesse contrariar os interesses do conglomerado golpista. Salvo, claro, o projeto reeleitoral.

Se é assim, os golpistas ganharam: parece muito pouco provável que Zelaya, mesmo que volte ao poder, tenha força e apoios para insistir na ideia de reeleição.

O diabo é que ganhariam de qualquer forma, sem precisar recorrer à violência. Zelaya já havia admitido que a votação sobre a reeleição não seria um plebiscito com resultado de incorporação obrigatória à legislação --o que, de resto, a Constituição veta expressamente--, mas apenas uma consulta.

Claro que toda votação tem um valor político. O resultado da consulta mediria a popularidade do presidente, em rota de colisão com o seu próprio partido, o Liberal, do qual também faz parte o líder golpista Roberto Micheletti. Mas o efeito prático seria reduzido.

A vitória dos golpistas significará, como temem autoridades brasileiras, um estímulo à iniciativas similares na América Latina? É pouco provável. Onde há forte polarização, caldo de cultivo para golpes, como na Bolívia e na Venezuela, ela já existia antes dos episódios hondurenhos e sobreviverá a eles, qualquer que seja o desfecho.

Nos outros países do subcontinente, há amplo espaço para resolver eventuais contenciosos dentro das regras do jogo democrático. Prova maior é El Salvador, vizinho de Honduras, em que a guerrilha-agora-partido chegou ao poder e ninguém contesta, antes como depois de Micheletti.                                         

(Clovis Rossi) 

 

  Escrito por Magno Martins, às 03h20
 
Comentários Comentários (0) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

03
10/09
Cartola espanhol critica escolha do Rio: "Peixe estava vendido"

 José Maria Odriozola já havia criticado publicamente o projeto do Rio para 2016, criando um grande mal-estar entre as comitivas espanhola e brasileira. Nesta sexta, antes do anúncio, o vice-presidente do Comitê Olímpico Espanhol (COE) gerou nova polêmica ao dizer que a apresentação das adversárias em Copenhague foram cansativas. Depois de perder a disputa para a candidatura carioca, o dirigente continuou a disparar para todos os lados. Para ele, "a sensação era de que havia uma ordem" para que Madri não fosse a escolhida na votação.

Também presidente da Federação Espanhola de Atletismo (RFEA), ele disse ainda ter "a sensação" de que, quando Rio e Madri chegaram à fase final da votação com a eliminação de Chicago e Tóquio, "o peixe estava todo vendido". Odriozola afirmou que ficou com a impressão de que a candidatura espanhola foi injustiçada e destacou que ainda considera que "Madri era a melhor".

Em outro tom, a chefe do comitê de candidatura de Madri, Mercedes Coghen, disse que a capital espanhola "demonstrou que era ótima e muito sólida". Para ela, o Rio de Janeiro "soube convencer que é capaz" de ser uma cidade preparada para receber os Jogos.

  Escrito por Magno Martins, às 02h38
 
Comentários Comentários (4) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

03
10/09
Doce vingança para brasileiros barrados e humilhados

Na praia de Copacabana, cerca de 50<br> mil pessoas festejam a vitória do Rio

A vitória do Rio de Janeiro contra Madri, na disputa para sediar as Olimpíadas 2016, tem sabor especial para milhares de brasileiros barrados, humilhados, ofendidos e deportados na capital espanhola.

 

Rio é o lugar

 

Em Copenhague, espanhóis tentaram desqualificar o Rio, mas grandes empresas da Espanha (Cobra, Elecnor, Abengoa etc) escolheram a cidade para instalar suas sedes no Brasil. E não querem ir embora.(Coluna de Cláudio Humberto)

  Escrito por Magno Martins, às 02h08
 
Comentários Comentários (2) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

02
10/09
Dilma diz que baixa em pesquisa é oscilação do momento

A ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, pré-candidata do PT à Presidência da República, afirmou nesta sexta-feira (2) que considera "normal" sua queda nas pesquisas eleitorais, que mostraram o crescimento da senadora Marina Silva (PV) e do deputado Ciro Gomes (PSB). "São oscilações do momento", afirmou Dilma durante visita às obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) no Complexo do Alemão, área de favelas na zona norte do Rio de Janeiro. As informações são do portal G1.

Ela usa uma camiseta com a frase "É a vez do Rio - a nossa torcida é que vai fazer a diferença" e capacete decorado com símbolos da Copa de 2014 e da campanha do Rio para ser sede das Olimpíadas de 2016. Em uma hora e meia, ela conheceu as estações do futuro teleférico no Morro do Adeus e no Morro da Baiana e visitou o conjunto residencial que está sendo construído na Avenida Itaoca.

Dilma estava acompanhada pelos ministros Márcio Fortes (Cidades) e Carlos Lupi (Trabalho), além de muitos outros políticos. O governo estadual esperava que a comitiva tivesse apenas 35 pessoas, mas pelo menos 80 acompanhavam Dilma, o que causou superlotação nas vans destinadas à imprensa. Alguns jornalistas tiveram que subir a pé até as comunidades. Dilma se disse "impressionada" com o volume do investimento feito no local, de mais de R$ 490 milhões.

  Escrito por Magno Martins, às 21h00
 
Comentários Comentários (2) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

02
10/09
Congresso organiza comissão para fiscalizar Jogos no Rio

Depois do anúncio da escolha do Rio de Janeiro para sediar as Olimpíadas de 2016, parlamentares se articulam para criar uma comissão especial no Congresso com o objetivo de fiscalizar o repasse de recursos do governo para viabilizar os Jogos no Brasil. Assim como o Congresso, o TCU (Tribunal de Contas da União) defende que seja discutido um planejamento específico para o controle dos recursos públicos aplicados nas olimpíadas.

O procurador do Ministério Público no TCU, Marinus Marsico, disse à Folha Online que o tribunal vai trabalhar para evitar desvios e superfaturamento de obras durante a preparação dos Jogos de 2016.

"A tarefa do governo é evitar que aconteça como nos Jogos Pan Americanos de 2007, garantindo a boa aplicação dos recursos públicos. É inegável que ocorreram inúmeras irregularidades nos Jogos como valores pagos a mais. Acredito que não só o TCU, mas o próprio governo têm que estar atento para não deixar as coisas fugirem do controle", disse o procurador.

O deputado Chico Alencar (PSOL-RJ) prometeu apresentar à Câmara proposta de criação de uma comissão com a finalidade de acompanhar a preparação do Rio 2016, especialmente no que diz respeito aos gastos. 

  Escrito por Magno Martins, às 20h30
 
Comentários Comentários (2) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

02
10/09
60% das leis são votadas em caráter exclusivo
Quase 60% das proposições legislativas de autoria dos deputados sancionadas entre outubro de 1988 e o final de 2007 foram aprovadas em caráter conclusivo em pelo menos uma das casas do Congresso: Câmara ou Senado. Ou seja, passaram apenas pelas comissões temáticas, sem ir a plenário. Do total das leis de autoria dos deputados no período, 47,2% se referiam à área social. As informações são do Correio Braziliense.

Os dados são de uma pesquisa de mestrado do Centro de Formação, Treinamento e Aperfeiçoamento da Câmara, realizada pelo servidor André Carneiro. Carneiro buscou justamente verificar a eficácia do poder conclusivo das comissões temáticas: "Em contraposição aos primeiros estudos feitos logo após a Constituição de 1988, este instituto tem sido cada vez mais utilizado. E mostra-se uma tendência de mais e mais projetos serem apreciados pelas comissões sem a necessidade de ir ao Plenário".

Se o Legislativo utiliza mais o poder conclusivo, o Executivo teve 78,6% das proposições de sua autoria analisadas pelo Plenário. Esses percentuais excluem as medidas provisórias e as leis orçamentárias, que necessariamente têm de passar pelo Plenário.

Vale dizer que, com a inclusão dessas proposições, as leis de autoria do Executivo representam quase 80% da produção legislativa desde a Constituição. Sem MPs e leis orçamentárias, a produção de autoria do Legislativo supera um pouco a do Executivo.
  Escrito por Magno Martins, às 20h00
 
Comentários Comentários (0) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

02
10/09
Lula fala por telefone com José Alencar
Depois de acompanhar pela televisão o anúncio da escolha do Rio de Janeiro para sediar as Olimpíadas de 2016, o presidente em exercício, José Alencar, falou por telefone com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva para comemorar a vitória. As informações são da Agência Brasil. 

Alencar disse ao presidente que, depois de ter ouvido o discurso de Pelé e a defesa da candidatura do Rio feita hoje (2) por Lula, teve a certeza da vitória brasileira. O presidente em exercício assistiu ao anúncio no Palácio do Jaburu, residência oficial da Vice-Presidência.
  Escrito por Magno Martins, às 19h10
 
Comentários Comentários (9) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

02
10/09
Totonho diz que Afogados chegou ao limite nas dificuldades
O prefeito de Afogados da Ingazeira, Totonho Valadares(PSB) está no programa Frente a Frente, integrado às comemorações dos 50 anos do município. O prefeito diz a Magno Martins que os festejos estão sendo realizados sob o maior sacríficio, já que a situação de caixa da prefeitura é difícil, tudo por causa dos cortes no repasse de verbas do FPM, problema que vem de vários meses.Totonho diz que o limite máximo do município em termos de suportar a situação já foi atingido, deixando claro que não há como segurar mais, podendo anunciar a qualquer momento à população que o serviço público em Afogados vai cair, além de demitir funcionários na prefeitura.
  Escrito por Nivaldo Araujo, às 18h31
 
Comentários Comentários (8) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

02
10/09
Ciro é candidato a presidente da República, garante Milton Coelho
O presidente estadual do PSB, Milton Coelho, que também entra hoje no programa Frente a Frente,  diz a Magno Martins que o deputado Ciro Gomes é candidato a presidente da República, ao contrário da suposição de que o cearense transferiu seu título para São Paulo com o objetivo de se candidar a substituto de José Serra. Milton Coelho diz que seu partido, que tem o governador Eduardo Campos como presidente nacional, está estruturado em todo o Estado, e pronto para disputar a eleição de 2010 com êxito.
  Escrito por Nivaldo Araujo, às 18h23
 
Comentários Comentários (1) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

02
10/09
Armando diz que PTB sai fortalecido em todo o Estado
O presidente da Confederação Nacional da Indústria(CNI), deputado federal Armando Monteiro Neto(PTB-PE), primeiro entrevistado de hoje do programa Frente a Frente, fala a Magno Martins, que continua nesta data nos estúdios da Rádio Pajeú, emissora homenageada pelos seus 50 anos de fundação. Armando faz sua saudação à emissora e é questionado no aspecto político. O deputado entende que a transferência do deputado Ciro Gomes(PSB) para São Paulo reforça o palanque do partido naquele estado, que já tem o empresário Paulo Skaf como filiado. Em Pernambuco, o deputado diz que seu partido só tem o que comemorar nas últimas horas, com a filiação de lideranças importantes ao PTB em todo o Estado e que vão disputar as eleições em 2010.
  Escrito por Nivaldo Araujo, às 18h10
 
Comentários Comentários (0) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

02
10/09
Entre no chat e participe do Frente a Frente

Já estou nos estúdios da Rádio Pajeú, em Afogados da Ingazeira, onde, daqui a pouco, passo a apresentar o programa Frente a Frente, que homenageia os 50 anos de fundação da emissora. Adriano Roberto, que participa do programa, está nos estúdios da Rádio Maranata, no Recife. O programa é retransmitido por 20 emissoras no Estado. Se você estiver em outro Estado ou País, ouça pela rádio do blog clicando no botão aí ao lado “Rádio Web”. Participe! Mande o seu e-mail no frenteafrentecommagno@gmail.com ou entre no chat de Adriano Roberto pelo seguinte endereço: www.adrianoroberto.com.br Clique no ícone acesse o chat.

  Escrito por Magno Martins, às 17h55
 
Comentários Comentários (0) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

02
10/09
Parlamentares dizem que Olímpiadas 2016 vão fortalecer Dilma

 Parlamentares da base aliada do governo e da oposição avaliam que a escolha do Rio de Janeiro para sediar as Olimpíadas de 2016 vai trazer impactos positivos na popularidade do presidente Luiz Inácio Lula da Silva - com reflexos na candidatura da ministra Dilma Rousseff (Casa Civil) à Presidência da República em 2010 e do governador do Rio, Sérgio Cabral (PMDB), que disputará a reeleição. As informações são da Folha Online.

Apesar de o DEM e PSDB minimizarem os benefícios da escolha do Rio na candidatura de Dilma, nos bastidores os oposicionistas reconhecem que a notícia será usada como palanque da candidata petista - uma vez que Lula se tornou o principal cabo eleitoral da candidatura do Rio.

O presidente do DEM, Rodrigo Maia (RJ), afirmou que a escolha do Rio beneficia diretamente o presidente Lula. Maia disse não acreditar, porém, em vantagens para a candidatura de Dilma ao Palácio do Planalto. 'Para o Lula, sem dúvida, é um benefício que ele vai carregar para o currículo dele. Para ela [Dilma], não. É um benefício do presidente', afirmou.

O deputado Chico Alencar (PSOL-RJ) disse que Lula, Cabral e o prefeito do Rio, Eduardo Paes (PMDB), têm que dosar o uso político da escolha da cidade para que o 'tiro não saia pela culatra' no que diz respeito à resposta política nas urnas.

  Escrito por Magno Martins, às 17h39
 
Comentários Comentários (7) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

02
10/09
Ministra do STF concede liminar que impede posse de suplentes
A ministra Cármen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal (STF), concedeu liminar nesta sexta-feira (2) que impede a Justiça Eleitoral a dar posse a qualquer suplente do país contemplado pelas novas vagas criadas nas câmaras municipais pela PEC dos Vereadores. A emenda, aprovada na semana passada pelo Congresso Nacional, criou mais de 7 mil cargos de vereador em todo o Brasil, informou o portal G1.

A decisão provisória atente a pedido protocolado na última terça-feira (29) pelo Ministério Público Federal (MPF), que contestava o preenchimento imediato das novas vagas. A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) também entrou com uma ação semelhante, na quinta (1º), considerando inconstitucional a emenda aprovada no último dia 23 pelo Congresso.

  Escrito por Magno Martins, às 17h18
 
Comentários Comentários (5) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

02
10/09
Totonho, Coelho, Samir e Edvaldo Morais no Frente a Frente

O prefeito de Afogados da Ingazeira, Totonho Valadares (PSB); o presidente estadual do PSB, Milton Coelho; e os radialistas Samir Abou Hana e Edvaldo Morais são alguns dos entrevistados do Frente a Frente de hoje, diretamente da Rádio Pajeú de Afogados da Ingazeira em comemoração ao cinquentenário da emissora, que é pioneira no Sertão. O programa é ancorado por este blogueiro e tem a participação do companheiro Adriano Roberto, dos estúdios da Rádio Maranata, no Recife. Veja abaixo as emissoras que retransmitem o Frente a Frente:

Maranata FM – 103.9 – Recife

Liberdade FM de Caruaru

Pajeú de Afogados da Ingazeira

Integração FM de Surubim

Vilabela FM de Serra Talhada - 94.3

Gazeta FM de São José do Egito – 95.3

Itaquitinga FM

Bitury de Belo Jardim

Vida FM de Salgueiro

Gameleira FM de Ibirajuba

Cardeal de Arcoverde

Verdejante FM – Verdejante

Rádio Calheta FM – Cabo

Grande Serra AM - Araripina

Planalto AM - Carpina

Educadora AM– Belém de São Francisco

Rádio Cidadania FM 105.3 – Jaboatão

Vale AM 1.370 kHz – Santa Cruz do Capibaribe –

Litoral FM 93,6– Paulista

  Escrito por Magno Martins, às 17h00
 
Comentários Comentários (0) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

02
10/09
Berzoini admitiu que PT apoia candidatura de Ciro em SP
O presidente nacional do PT, Ricardo Berzoini, admitiu hoje a possibilidade de o partido apoiar uma eventual candidatura do deputado federal Ciro Gomes (PSB) ao governo de São Paulo em 2010. Na tarde desta sexta-feira, Ciro transfere seu domicílio eleitoral para o Estado, abrindo a hipótese de lançar-se a governador. Apesar da transferência, Ciro tem deixado clara sua pretensão de concorrer à Presidência nas próximas eleições. As informações são da Agência Estado.

"Há espaço para Ciro ser candidato em São Paulo com o apoio do PT", afirmou Berzoini, após participar, na Câmara Municipal, da cerimônia de filiação ao PT do empresário Ivo Rosset e da psicanalista Eleonora Rosset. "O PT é um partido democrático, onde os caciques não impõem à base nenhuma decisão. Pelo debate sobre o futuro do Brasil, há espaço para construir isso no PT."

Apesar da disposição de Berzoini, o PT estadual trabalha prioritariamente com uma candidatura própria ao governo paulista. Para o presidente do PT-SP, Edinho Silva, a decisão de Ciro de transferir o título mostra a necessidade de "diálogo". "A possibilidade de Ciro concorrer ao governo era uma especulação. Hoje é real, concreta", disse o líder. "A decisão dele formaliza que o PT tem de dialogar com o PSB de uma forma efetiva."
  Escrito por Magno Martins, às 16h43
 
Comentários Comentários (1) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

02
10/09
Lula se emociona com vitória do Rio
Depois de assinar o contrato com o Comitê Olímpico Internacional (COI) para que o Rio seja a sede das Olimpíadas de 2016, o presidente Luiz Inácio  Lula da Silva chorou na entrevista coletiva que concedeu à imprensa mundial, informou a Agência Brasil.

“Eu, que pensava que não tinha mais motivo para ter tanta emoção, já fiz tanta coisa na vida, participei de tanta coisa, de tantos eventos, de repente, eu era o mais emocionado e chorão de todos os que estavam ali”, comentou.

“Eu sempre achei que tinha uma coisa que faltava para o Brasil”, disse Lula. E continuou: “Nós somos um país que fomos colonizados. E pelo fato disso, nós tínhamos manias de sermos pequenos, de não ser importantes, achávamos que os outros podiam e a gente não”.

Lula mandou um recado para os presidentes dos países que perderam para o Rio: “eu queria dizer ao companheiro Obama, Zapatero [José Luis Zapatero, presidente da Espanha], Hatoyama [Yukio Hatoyama, primeiro-ministro do Japão], me desculpem, eu estava feliz e vocês, tristes. Mas vocês já foram felizes muitas vezes e a gente triste muitas vezes, mas nós temos o direito de estarmos felizes”.

Perguntado como seria recebido no Rio depois dessa vitória e também depois de ser vaiado em 2007, durante os Jogos Pan-Americanos, o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, tomou a palavra e afirmou que “quem organizou a vaia, levou o troco em 2008 com a eleição do Eduardo Paes [prefeito do Rio]”.

Lula afirmou que o Brasil ganhou definitivamente a cidadania internacional para provar que não é um país de segunda classe, mas sim, de primeira e que não há ninguém melhor ou pior do que os brasileiros.

Descontraído, depois da vitória, o presidente disse que, “depois de 2016, nós vamos começar a brigar pelas Olimpíadas de Inverno, não se assustem”.
  Escrito por Magno Martins, às 16h14
 
Comentários Comentários (19) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

02
10/09
Marta defende candidatura de Palocci ao governo de SP

A ex-prefeita de São Paulo Marta Suplicy (PT) defendeu nesta sexta-feira a candidatura do deputado federal Antonio Palocci (PT-SP) ao governo de São Paulo e afirmou que essa não é sua prioridade para as eleições de 2010. As informações são da Folha Online.

O nome de Marta e Palocci são cogitados no partido para a disputa em São Paulo, além dos petistas Arlindo Chinaglia, Fernando Haddad e Emidio de Souza.

"[São Paulo] não é minha prioridade. Eu vou ser candidata em 2010, mas estou muito na campanha para que Palocci seja o nosso candidato [ao governo]. Isso ainda é muito indefinido, é tudo muito cru, para mim também. Eu posso ser candidata ao governo, ao Senado e a deputada federal, isso é a conjuntura que vai determinar."

Marta disse ainda que vai sentar à mesa com o PT para avaliar o que é melhor para o partido. "Meu comprometimento é que vou ser candidata, mas a que vai depender da conjuntura e da decisão partidária. A candidatura principal do PT não é a do governo, do Senado, de deputado, é a da Presidência. No que eu puder ajudar mais é onde vou estar."

Sobre a transferência do domicílio eleitoral do deputado Ciro Gomes (PSB-CE) para São Paulo, a petista foi escorregadia. "O cenário é nublado ainda, não devemos fazer análise precipitada de nada. Antes do Carnaval vai ser muito difícil nós termos decisões, tanto do lado da oposição quanto do nosso lado ao governo de São Paulo."

  Escrito por Magno Martins, às 15h53
 
Comentários Comentários (3) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

02
10/09
Artigo especial

            Habemus ministro

            Marcelo Alcoforado - Jornalista

Conquanto ainda não esteja empossado, a sabatina senatorial de ontem resultou no surgimento do mais jovem ministro do Supremo Tribunal Federal da história do Brasil, o ex-advogado geral da União José Antonio Dias Toffoli. A conquista de tão relevante magistratura ainda em tão verdes anos, é, convenha-se, a tradução de indubitável competência ou, pelo menos, de um QI especial.

Reafirma, ademais, a certeza de que ninguém chega ao topo sem merecimento, o que parece patente nas frases do presidente Luiz Inácio da Silva a respeito do seu indicado ministro. Veja-se, por exemplo, a matéria de 22 último, assinada pela jornalista Mônica Bergamo na Folha de São Paulo: falou-se que o indicado não reunia as condições para o cargo? “Bobagem.

Tudo bobagem”, disse o presidente Luiz Inácio da Silva. Falou-se que o senhor José Antonio Dias Toffoli não conseguiu aprovação em dois concursos para juiz estadual? “A vida é assim mesmo. Alguns dos maiores cientistas do mundo foram péssimos alunos, tiraram nota zero na escola. Os jogadores de futebol mais brilhantes do mundo foram rejeitados por uns 30 clubes antes de serem contratados”, considerou o nosso presidente, decerto convicto de que chutar uma bola não difere muito de proferir uma sentença.

O sabatinado foi condenado no Amapá a devolver dinheiro público? O presidente da República tem o argumento na ponta da língua: “Eu ouço muita gente antes de escolher um ministro do Supremo. Eu ouço advogados, juristas, eu ouço todo mundo para não errar. Eu me dou com todos os ministros do Supremo. O cara que vai para o tribunal não tem que ir lá fazer a própria biografia. Ele tem que ter personalidade, firmeza. E isso o Toffoli tem”.

Tem José Antonio Dias Toffoli notório saber jurídico? A resposta é do nosso festejado presidente: “Ele foi advogado da gente desde a campanha de 1998. Nós sabemos como ele é bom. As pessoas têm que entender que, depois que o Brasil elegeu um presidente da República que não tem diploma, sabe, e um vice-presidente que não tem diploma, o preconceito acabou neste país”.

E, sem perder tempo, veio o mais contundente e definitivo aval: “Ele é um puta advogado”.

Espere-se, pois, que ele seja não um “puta” advogado, como disse o presidente Luiz Inácio da Silva, mas um “puta” ministro.

Não vale o contrário.

  Escrito por Magno Martins, às 15h19
 
Comentários Comentários (6) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  


Copyright Magno Martins. 2011. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.