Busca


Coluna do Blog
No inferno astral


Destaques
Uma hipótese abjeta
Filha de Teixeira recebeu R$ 6,1 milhões de Rosell
Petrobras é 'condomínio de corruptos' diz empresário
Coluna do sabadão
Dilma cai, ninguém sobe
Ditadura no Brasil foi mais branda, diz escritor
Blindar Dilma: agora só Petrobras fala de Pasadena
Cem anos de solidão em Brasília
Homem bomba frustrou a oposição
Ficha suja: Aécio age em MG; troca Pimenta por Pestana


Opinião


Eu sou um cara seminovo: 65 luas na cabeça - José Adalberto Ribeiro
























TwitterTwitterRádio do MagnoRSS

28
02/09
Cubanos iam ficar no Brasil e foram entregues a Cuba

 Os dois boxeadores cubanos Erislandy Lara e Guillermo Rigondeaux , que ficaram conhecidos ao abandonar a delegação cubana durante os Jogos Pan-Americanos no Brasil, fugiram de Cuba mais uma vez., nesta semana. Foram para Miami, nos Estados Unidos, onde estão na condição de refugiados. Em 2007, depois de terem abandonado a delegação cubana que participava dos Jogos Pan Americanos no Rio de Janeiro, foram presos e deportados para Cuba. Na ocasião, o Ministério da Justiça explicou que os dois queriam voltar para a ilha. O governo de Fidel Castro, que havia prometido não puni-los. As duas afirmações eram falsas, como comprova a nova fuga dos pugilistas. Agora, depois de eles abandonarem Cuba mais uma vez, o Ministério da Justiça explicou à Consultor Jurídico que os boxeadores não ficaram no Brasil simplesmente porque não pediram. O que também soa falso.

É mais fácil acreditar nos proprios boxeadores que, já refugiados nos Estados Unidos,  afirmam que não queriam ter saído do Brasil. Eles dizem que querem visitar o país para lutar e não guardam mágoa. “Sinceramente, até hoje não entendi o que ocorreu e por que voltamos a Cuba”, disse Lara em entrevista ao Estado de S. Paulo. 

Para dizer que não há perseguição, o Ministério da Justiça, dirigido hoje por um especialista em conceder refúgio a estrangeiros,  cita ainda o caso de três músicos cubanos que se recusavam a voltar para Havana em 2007 e conseguiram refúgio no Brasil. O trio integrava a banda Los Galanes, que fazia uma excursão em Pernambuco. Os três fugiram da pousada onde estavam hospedados.(Site Consultor Jurídico)

  Escrito por Magno Martins, às 17h30
 
Comentários Comentários (1) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

28
02/09
Complô para matar juíza no AM envolve deputado

 A Associação dos Juízes Federais da 1ª Região (Ajufer) pediu ao Ministério da Justiça proteção para a juíza titular da 1ª Vara Federal do Amazonas, Jaiza Fraxe. Um suposto plano para matar a juíza foi denunciado, em dezembro, à Secretaria de Segurança por um ex-PM preso por tráfico, que apontou um deputado estadual como interessado no plano. O inquérito tramita na Polícia Federal. O secretário de Segurança Pública, Francisco Sá, afirmou que já delegou proteção à juíza.

Explosão na PF

O jornal O Globo informa que um agente da Polícia Federal morreu e outros quatro ficaram gravemente feridos em uma explosão na sede da PF em Manaus. Eles tentavam abrir com um maçarico um cilindro apreendido, supostamente com drogas.

  Escrito por Magno Martins, às 17h04
 
Comentários Comentários (1) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

28
02/09
Sem-terra quer Gilmar Mendes fora de processos do MST

 A Folha  informa que o advogado Roberto Rainha, irmão de José Rainha Jr., defende o impedimento do presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Gilmar Mendes, para julgar processos que envolvam membros do MST. "As declarações do ministro demonstram que ele tem opinião formada sobre o movimento social que reivindica a reforma agrária, diz que é ilícito. Imaginemos que um dia chegue às mãos do ministro uma disputa entre o MST e a UDR, representando os fazendeiros, você acha que ele teria imparcialidade para julgar?", pergunta o advogado.

Papel cumprido

Já a Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária (CNA), em nota, afirmou que o presidente do STF "cumpre com rigor e responsabilidade institucional seu papel de guardião da Constituição e do Estado de Direito". Segundo o Estadão, na nota, assinada pela presidente da entidade, senadora Kátia Abreu (DEM-TO), a entidade lamentar o fato de o MST contar "com a complacência de autoridades do governo federal, recebendo financiamento público para suas ações ilegais".

  Escrito por Magno Martins, às 16h31
 
Comentários Comentários (8) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

28
02/09
Mais desvio de verbas para assentados rurais

 O Ministério Público Federal em Presidente Prudente (SP) pediu à Polícia Federal a abertura de inquérito policial a fim de apurar possível desvio de dinheiro público por duas associações de assentados rurais da região do Pontal do Paranapanema (SP). Segundo o procurador Luiz Roberto Gomes, o objeto da investigação são três convênios feitos pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário com a Federação das Associações de Assentados e Agricultores do Oeste Paulista, de Mirante do Paranapanema, e com a Associação Amigos de Teodoro Sampaio, em Teodoro Sampaio.

Os jornais O Estado de S. Paulo, Folha de S. Paulo e O Globo dão destaque para as declarações de ministros do governo sobre o repasse de verbas públicas ao Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra. A chefe da Casa Civil, ministra Dilma Rousseff, limitou-se a dizer que o governo cumpre a legislação. O ministro do Desenvolvimento Agrário, Guilherme Cassel, também negou irregularidades. Já o ministro da Justiça, Tarso Genro, afirmou em nota que a apuração dos crimes em Pernambuco supostamente cometidos por líderes do MST cabe à Polícia daquele estado.

  Escrito por Magno Martins, às 16h04
 
Comentários Comentários (0) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

28
02/09
Pesquisa: um piso respeitável para Dilma vem por aí

Uma pesquisa recém-concluída e inédita do Vox Populi cravou o piso da candidatura Dilma Rousseff em torno dos 30%. Esse total é a soma dos eleitores que votam no PT mais os que votam sem restrições em quem Lula indicar. Para crescer acima desses 30%, aí, sim, vão pesar a qualidade da campanha e a empatia da candidata, hoje com cerca de 14% das preferências. João Santana, marqueteiro de Lula e uma das cabeças por trás da modelagem da Dilma-candidata, tem dito no Planalto que o ideal é que sua subida nas pesquisas ocorra lentamente até o início do ano que vem. Se ela terminar o ano com uns 20%, estará de bom tamanho, segundo avalia.

Lauro Jardim - VEJA

  Escrito por Magno Martins, às 15h00
 
Comentários Comentários (9) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

28
02/09
Processos contra autoridades aumentam oito vezes
 Em sete anos, aumentou oito vezes o número de processos que pesam contra autoridades com foro privilegiado no Supremo Tribunal Federal (STF) — como deputados, senadores e ministros de Estado. Levantamento divulgado ontem pelo STF informa que as ações penais que tramitam na mais alta Corte de Justiça do país contra políticos saltaram de 13 em 2002 para 103 até fevereiro de 2009. Se a comparação for feita somente entre dados coletados em 2009 e referentes a julho de 2007, o volume dobra: foram 50 ações naquele ano. Além dos processos — em que os políticos são réus e aguardam decisão do Supremo — há, ainda, 275 inquéritos contra políticos. Entre as acusações, há casos de desvio de dinheiro público, crimes de responsabilidade e contra o Sistema Financeiro Nacional e fraudes em licitações.

Apesar do aumento, até hoje ninguém foi condenado. Desde 2001, quando foi aprovada emenda constitucional segundo a qual o STF não precisa mais de autorização da Câmara ou do Senado para dar andamento a investigações contra parlamentares, a demanda aumentou. Mas, de lá para cá, 12 ações penais foram julgadas improcedentes e os réus foram absolvidos.

Correio Braziliense
  Escrito por Magno Martins, às 14h30
 
Comentários Comentários (0) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

28
02/09
TCU levanta todos os processos envolvendo MTST

 O presidente do Tribunal de Contas da União, Ubiratan Diniz de Aguiar, determinou que a assessoria técnica do tribunal faça um levantamento dos processos que tratam do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra. No Ministério Público Federal de São Paulo e Pernambuco, procuradores já investigam possíveis irregularidades nos repasses de dinheiro do governo federal ao movimento.

Na quarta-feira (25/2), o ministro Gilmar Mendes, presidente do Supremo, criticou as invasões e cobrou atuação do MP para verificar a legalidade dos financiamentos públicos ao movimento. O pronunciamento do ministro foi provocado pelo chamado Carnaval Vermelho. Na noite de domingo (21/2), grupos de sem terra ligados a José Rainha Júnior, líder dissidente do MST, invadiram 20 fazendas no Pontal do Paranapanema (SP). Em São Joaquim do Monte (PE), no sábado (21/2), quatro seguranças de uma fazenda foram mortos pelos sem-terra. A investigação das mortes será feita pelo Ministério Público pernambucano. Dois integrantes do movimento suspeitos foram presos. Segundo o MST, o Carnaval Vermelho mobilizou cerca de dois mil militantes.(Consultor Jurídico)

  Escrito por Magno Martins, às 14h00
 
Comentários Comentários (0) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

28
02/09
Jornal perseguido na ditadura indenizado pela União

 A União deve indenizar o jornal Tribuna da Imprensa por censura, perseguições e prejuízos morais e materiais sofridos durante a ditadura militar. O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal, negou pedido da União para reverter decisão que a obrigou a pagar a indenização. O mérito ainda será analisado pelo plenário do STF.

Segundo Celso de Mello, quando há interesse público, a crítica “por mais dura que seja” não pode ser repreendida. O recurso, cujo relator inicialmente era o ministro Joaquim Barbosa, foi redistribuído depois que ele se declarou suspeito para julgar o caso. Joaquim Barbosa estava com o processo parado em seu gabinete desde 2006. E não gostou de a Tribuna publicar, na edição que comunicou sua paralisação, um artigo de seu proprietário, Hélio Fernandes, responsabilizando-o pela demora no julgamento de uma ação que pode render R$ 10 milhões em indenização e salvar o jornal das dívidas.

De acordo com o Comunique-se, o proprietário da Tribuna, Hélio Fernandes, afirmou que todas as perdas serão avaliadas, como a desvalorização da marca, “a publicidade que a Tribuna não recebeu por intimidação da União”. Fernandes afirma que o dinheiro vai servir para pagar as dívidas contraídas pelo jornal e para o pagamento dos salários atrasados dos funcionários.

“A Tribuna vai voltar a circular imediatamente após as dívidas pagas. Quando em 1/12 eu informei a suspensão da circulação do jornal, usei a palavra momentânea. Assim que pudermos pagar papel, tinta, etc no dia seguinte o jornal volta às bancas”, afirmou.(Informações do site Consultor Jurídico)

  Escrito por Magno Martins, às 13h04
 
Comentários Comentários (0) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

28
02/09
Lobão recua e desmente "bandidagem" em pensão

 Defendendo-se das acusações de haver manobrado para substituir a direção do fundo de pensão Real Grandeza (dos funcionários das estatais Furnas e Eletronuclear) por interesses políticos, o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, divulgou uma nota informando que teria partido dele a iniciativa de mandar adiar a reunião do conselho que promoveria a mudança, marcada para quinta-feira passada.

O tom da nota é distinto das declarações que o ministro deu ao jornal O Globo na última quarta-feira, quando acusou a atual diretoria da Real Grandeza de haver alterado os estatutos do fundo para prorrogar o próprio mandato por um ano. Ele chamou a manobra de 'bandidagem'.

A versão anterior é que a ordem teria partido do presidente Luiz Inácio Lula da Silva - que teria, assim, desautorizado o ministro. A nota informa também que a intenção era nomear para a direção do fundo funcionários de carreira de Furnas 'com larga experiência administrativa e financeira.' No entanto, informado que a troca provocaria reações contrárias da associação dos aposentados e dos sindicatos de funcionários, Lobão teria relatado a situação a Lula e sugerido a suspensão da troca 'até o término dos atuais mandatos já prorrogados, que se dará em outubro deste ano'.

E Lobão ainda é ministro
 
Fossem outros os tempos e homens, o senador Lobão teria se demitido de seu ministério no instante em que Lula desautorizou sua manobra para destituir o presidente do fundo de pensão de Furnas.(O Estado de S.Paulo)
  Escrito por Magno Martins, às 12h31
 
Comentários Comentários (3) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

28
02/09
Ingrid era dedo-duro, dizem colegas de cativeiro

 Depois de viver dias de heroína ao ser resgatada do poder das Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia), Ingrid Betancourt agora é descrita como egoísta e arrogante por três norte-americanos ex-colegas de cativeiro, num livro de memórias sobre a vida na selva. Em "Out of Captivity" (Fora do cativeiro), Keith Stansell, Thomas Howes e Marc Gonsalves, todos resgatados junto com Betancourt, acusam a franco-colombiana de ter escrito uma carta às Farc dizendo que os três eram agentes da CIA (Inteligência dos EUA), colocando suas vidas em risco. A afirmação não pôde ser verificada, e Betancourt não respondeu aos pedidos de entrevista.

Eles dizem também que ela roubava comida e tentava alcançar o topo da hierarquia dos reféns, determinando horário para banhos e escondendo livros e informações obtidas por meio de um rádio transmissor.

"Até alguns guardas nos tratavam melhor do que ela", disse o ex-fuzileiro naval Stansell, que em seu livro apresenta ao público uma visão distinta da que se costuma ter da ex-política -a de uma vítima que resistiu nobremente aos seus captores desde o sequestro, em 2002.
Rumores de rusgas entre os ex-reféns vêm surgindo desde o resgate, e Betancourt já havia sido criticada por sua ex-correligionária e colega de cativeiro Clara Rojas.(Folha de S.Paulo - New York Times)

  Escrito por Magno Martins, às 12h04
 
Comentários Comentários (4) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

28
02/09
Oposição alavanca Dilma

 O Planalto está em êxtase por causa dos ataques da oposição à pré-candidatura de Dilma Rousseff a presidente. A leitura é simples: a favorita de Lula ganha de graça uma exposição inaudita com as reclamações de PSDB e DEM. Dilma nunca disputou uma eleição, não é fundadora do PT (veio do PDT) e era dada só como uma especulação maluca há alguns meses. Agora, apesar de seus apenas 13% nas pesquisas, é tratada pela oposição quase como favorita. Pode ser só jogo de cena dos lulistas quando desdenham e até dizem estar felizes com a estratégia da oposição. Mas a teoria não é um despautério completo.

O cerne do chororô de tucanos e demos é o fato de Lula andar para cima e para baixo com Dilma. Em resumo, que o presidente da República faz campanha aberta para sua ministra sucedê-lo no Planalto. Como Lula tem mais de 80% de aprovação, o sonho dourado da marquetagem governista é instalar no cérebro dos eleitores a seguinte ideia-força: "Lula apoia Dilma. Eu gosto do Lula. Logo, vou votar na Dilma". Em resumo, ao atacar a estratégia lulista, a oposição obtém um efeito contrário, pois ajuda a anabolizar o principal dínamo da candidatura petista.

Como se não bastasse, o senador Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE) atacou Lula, criticou o Bolsa Família e declarou seu voto no tucano José Serra para presidente. Alguns petistas tomaram champanhe e já montaram a tática eleitoral no Nordeste. Vão sapecar no PSDB o rótulo de "partido que vai acabar com o Bolsa Família". No lodo de uma campanha, não importa se é verdade ou não. A declaração de Jarbas confundirá o eleitor -já enganado no passado quando a oposição de hoje dizia ser plano de Lula congelar o dinheiro depositado em cadernetas de poupança. Tudo considerado, a oposição parece mesmo estar errando a mão.

Fernando Rodrigues - Folha de S.Paulo

  Escrito por Magno Martins, às 11h30
 
Comentários Comentários (1) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

28
02/09
Deslocado no PMN, secretário deve deixar o partido

 O secretário de Turismo, Silvio Costa Filho (PMN), está cada vez mais desconfortável em seu atual partido. A provável coligação nacional com o PPS e o posicionamento cada vez mais oposicionista têm tornado a sua situação insustentável.

"Hoje o PMN não apoia Lula, o próprio presidente estadual do partido, Silvio Barbosa sinaliza uma postura de apoio a uma possível candidatura de Raul Jungmann ao Senado, ou à coligação para deputado federal, e naturalmente não cabe o nosso grupo nesse partido.  Então não tem lógica a gente ficar no partido, onde eu sou secretário do governo Eduardo Campos, fui vice-líder do seu governo.", sinalizou.

A saída do PMN não é confirmada por ele, mas o seu discurso indicaria que ela é iminente.  

(Folha de Pernambuco - Beatriz Galvez)

  Escrito por Magno Martins, às 11h00
 
Comentários Comentários (1) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

28
02/09
Rubem espera que PT desista de cassar seu mandato
 O deputado federal Paulo Rubem (PDT) garantiu, ontem, que não será substituído pelo pastor Esdras Cabral (PTB), caso o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decida pela cassação de seu mandato. 'Não há possibilidade jurídica, nesse caso, de um suplente de outro partido assumir. Caso se decida pela minha cassação, quem assume é um suplente do PT, que seria o Paulo Valença, vice-prefeito de Olinda, e ele já declarou que recusaria', afirmou, em entrevista à Rádio Folha 96,7 FM. 'O que acontece é que algumas pessoas tentam se beneficiar da situação de forma imperfeita', alfinetou o deputado.

Outra possibilidade é a de o processo ser retirado pelo PT. 'Eu acredito que é possível, mas não é certo. Teremos uma conversa com vários parlamentares da bancada do PT, como Fernando Ferro, Maurício Rands, Antônio Carlos Viçosa (RJ) e Nazareno Fonteles (PI), na próxima quarta-feira', explicou.

O pastor Cabral anseia pela vaga por estar na linha de suplência da coligação 'Pernambuco Melhor', da qual participavam PT e PTB, e pela qual Rubem se elegeu. O deputado afirmou, no entanto, que o processo de infidelidade partidária devolveria o mandato ao requerente, o PT, e não à coligação.

Folha de Pernambuco

  Escrito por Magno Martins, às 10h37
 
Comentários Comentários (0) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

28
02/09
Deputada diz que a ficha de Sílvio Costa é longa
 As críticas feitas pelo deputado federal Silvio Costa (PMN) ao senador Jarbas Vasconcelos (PMDB) continuam a exaltar os ânimos nos correligionários do peemedebista. O deputado foi classificado como "um camarada cheio de problemas" pela deputada estadual Terezinha Nunes (PSDB), em entrevista à Rádio Folha 96,7 FM, ontem. A deputada afirmou que para questionar o senador "deveriam ter escolhido uma pessoa com mais condições". "Ele tem problemas trabalhistas, na Receita Federal, é cheio de problemas. Se for fazer a ficha corrida (dele) é capaz de não sair de tanto processo que tem", acusou a deputada, em resposta à afirmação de Silvio Costa de que iria revelar a todos "o currículo" de Jarbas.

Terezinha afirmou ainda que presenciava o constante trabalho do senador, e que seria uma injustiça colocá-lo em questão.

Em resposta às declarações da deputada, Silvio Costa afirmou que "o problema dele não é com ela e sim com seu patrão - referindo-se ao senador Jarbas Vasconcelos. "Não vou discutir com a deputada. Discuto com o Jarbas, porque ele se passa de paladino da ética, enquanto, na verdade, é um Marajá, que recebe mais de R$ 17 mil da Assembleia Legislativa do Estado sem trabalhar", disparou o parlamentar. (Folha de Pernambuco)
  Escrito por Magno Martins, às 10h12
 
Comentários Comentários (11) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

28
02/09
Coluna de hoje na Folha

            Guerra aposta em Jarbas

 

Numa conversa, ontem, com este colunista, o presidente do PSDB, Sérgio Guerra, disse que, em nenhum momento, deixou de trabalhar com o cenário da candidatura de Jarbas a governador em 2010, apesar de o senador ter declarado na entrevista à revista Veja que está fora da disputa.

 

“Tenho ouvido de Jarbas o contrário, ou seja, que ele é candidato. Sendo assim, prefiro acreditar no que ele me diz”, observou. Guerra está tão convicto de que Jarbas será candidato que não admite mais que o seu nome seja colocado numa mesa de negociações com o PMDB e o DEM, partidos que junto com a legenda tucana desejam reeditar a União por Pernambuco.

 

Para o presidente tucano, Jarbas é o mais qualificado e forte candidato da oposição para enfrentar o governador Eduardo Campos. “Só iremos nos debruçar na discussão de outro nome se Jarbas, por um motivo ou outro, não se dispuser”, disse, adiantando que, no momento certo, o senador irá se pronunciar.

 

Na mesma conversa, o senador voltou a reafirmar que o ex-prefeito João Paulo não fez um bom governo, usou a máquina para eleger o sucessor e deixou para João da Costa uma herança maldita.

 

“Tenho informações de que a Prefeitura está quebrada e que o afilhado de João Paulo está falando pelos corredores que administra uma massa falida. Isso não me surpreende, porque o PT é especialista no assunto”, afirmou.

 

PELO RALO – O Governo Lula, apesar de a lei proibir, repassou R$ 49,4 milhões e não R$ 23 milhões, como noticiamos ontem, para os movimentos sociais, entre os quais o MST, que matou quatro funcionários de uma fazenda em São Joaquim do Monte. De 2002 a 2008, período em que o dinheiro público recheou os cofres do MST e do MLST, esta responsável pela invasão ao Congresso, foram registrados 1.667 invasões de terra no País. E o MST foi o que mais invadiu.

 

Com o pires nas mãos - O presidente da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe), Anchieta Patriota, já havia garantido até ontem a presença de mais de 60 prefeitos na manifestação que está sendo agendada em Brasília em protesto contra o corte brutal do FPM. A maioria dos municípios não conseguiu sequer repassar o duodécimo às câmaras.

 

AL usa fórum para sessão - Pelo menos 10 deputados já confirmaram presença na sessão especial da Assembleia Legislativa em São José do Egito, no próximo dia 9, em homenagem ao centenário do município. Segundo o presidente da AL, Guilherme Uchôa, a plenária ficou marcada no prédio do fórum local. A Câmara de Vereadores chegou a ceder suas instalações, mas o cerimonial da AL preferiu usar o fórum.

 

Gratificação a PM - O governador Eduardo Campos manda à AL, na próxima semana, o Plano Plurianual e um projeto que dará uma gratificação especial à Polícia Militar como incentivo ao trabalho de apreensão e recolhimento de armas. É mais uma tentativa de reduzir ainda mais os índices de violência no Estado, sobretudo na RMR.

 

Bom exemplo - O prefeito de Jaboatão, Elias Gomes, não fez apenas auditoria na folha de pessoal. Recadastrou também os beneficiários do Bolsa-Família, que agora totalizam 5,8 mil sem nenhum tipo de irregularidade. O exemplo poderia ser seguido por outros municípios, onde tem gente com carro na porta embolsando a ajuda.

 

Curtas

 

ATAQUE – Do ex-vereador Heráclito Cavalcanti: “Sílvio Costa, ao invés de atacar Jarbas, um homem de bem, deveria se preocupar em defender o filho, Silvinho, apontado como um dos vereadores envolvidos no escândalo das notas frias”.

 

A LISTA – Pelo menos treze municípios comemoram o centenário este ano: Afogados da Ingazeira, Amaraji, Exu, Flores, Granito, Panelas, Parnamirim, Pedra, Petrolândia, São José do Egito, São Lourenço da Mata, Serra Talhada e Sertânia.

 

ENERGIA – Sobre a falta de energia em Triunfo no Carnaval, a Celpe esclarece que foi provocado por um curto circuito e também um isolador danificado por objeto na rede de alta tensão. A interrupção se deu na segunda-feira, das 14 às 19 horas.    

 

'Procure salvar quem está sendo arrastado para a morte'. (Provérbios 24-25)

  Escrito por Magno Martins, às 06h00
 
Comentários Comentários (9) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

28
02/09
Bastidores da demissão de Inaldo

Do blog Acerto de Contas(Marco Bahé)

inaldo

Inaldo Sampaio, colunista do JC por 22 anos. Foi demitido por se contrapor à opção política do jornal

Há horas que recebo ligações de jornalistas das diversas redações de Pernambuco para “fofocar” sobre a demissão do colunista de Política do JC, Inaldo Sampaio. Inaldo estava há 22 anos como titular da coluna Pinga-Fogo e foi demitido, segundo versão corrente no mercado, porque foi a única voz que questionou dentro do jornal a autoridade do senador Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE) em sua entrevista à Veja. Dentro do Jornal do Commercio, diz-se que foi o próprio João Carlos Paes Mendonça (dono do grupo de comunicação) que mandou demiti-lo.

Pode-se falar tudo de Inaldo Sampaio menos que ele não manteve altivez profissional. Inaldo várias vezes ignorou a nítida opção política da direção do jornal e questionou os governos e as lideranças da União por Pernambuco (PMDB-DEM-PSDB). Por isso, tornou-se desafeto de Jarbas e do também senador Sérgio Guerra.

Sua demissão, agora, não deixa sombra de dúvidas de que faz parte do jogo político. E da desfaçatez da grande mídia em não assumir publicamente seus interesses econômicos e opções ideológicas.

Fica feio para o JC a demissão de Inaldo Sampaio da forma como se fez. Do alto da arrogância, o “líder” em tiragem no estado não percebe a crise de credibilidade pela qual passa. Não percebe que está se tornando um panfleto político, ao invés de um jornal.

Tentei ligar várias vezes para Inaldo. Como não obtive sucesso, reproduzo o email que ele enviou para o Blog do Magno:

‘Comunicado do jornalista Inaldo Sampaio

1) Comunico aos meus ex-leitores do Jornal do Commercio que a partir da data de hoje (27 de fevereiro) estou desligado da empresa.

2) Me foi comunicado ontem pela sua direção que estava havendo incompatibilidade entre a linha editorial da empresa e a da coluna, embora com isso eu não concorde.

3) Sou grato ao diretor-presidente pelos 22 anos em que passei na empresa escrevendo a coluna “Pinga Fogo”, bem como aos políticos que nesses anos todos contribuíram direta ou indiretamente para abastecê-la com informações.

4) Agradeço também aos editores, editores substitutos, repórteres, fotógrafos, pessoal da editoria de arte e servidores em geral pelo tempo que passamos juntos, desejando a todos boa sorte.

5) Bola pra frente e até breve.

Recife, 27 de fevereiro de 2009

  Escrito por Magno Martins, às 05h54
 
Comentários Comentários (23) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

28
02/09
Me engana que eu gosto

 A linha de transmissão de energia "inaugurada" ontem por Lula e Dilma Rousseff em Florianópolis (SC) já estava em funcionamento desde 29 de dezembro.

Painel - Folha de S.Paulo

  Escrito por Magno Martins, às 05h50
 
Comentários Comentários (0) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

28
02/09
Mensaleiros: apostas apontam que eles vão escapar

 Não terminará antes do fim do ano a oitiva de mais de cem testemunhas de defesa dos mensaleiros atualmente processados no Supremo Tribunal Federal. A tarefa caberá a juízes singulares, carecendo a mais alta corte nacional de justiça de instrumentos e mecanismos para a tarefa.

Diversas testemunhas arroladas pelos quarenta réus moram no exterior, registrando-se entre todos um denominador comum: deporão acentuando jamais ter ouvido falar em mensalão. Melhor faria o relator, ministro Joaquim Barbosa, se tomasse os depoimentos como completados, desde já, procedendo então o julgamento no plenário, depois de suas conclusões. Na bolsa de apostas de Brasília, não há quem arrisque um centavo na condenação sequer de Delúbio Soares. (Carlos Chagas - Tribuna da Imprensa Online)

  Escrito por Magno Martins, às 05h42
 
Comentários Comentários (0) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

28
02/09
"Brasil senta na mesa do G20 com autoridade", diz Lula

 O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse ontem que o Brasil é um dos países com "mais autoridade moral" para apresentar propostas de combate à crise internacional.
Lula fez a declaração ao falar sobre a posição que o país irá defender na reunião do G20, em Londres, no mês de abril, quando serão discutidos meios para regular o sistema financeiro internacional.

"Este país, tão humilde e tão achincalhado, quando sentar na mesa do G20, certamente será um dos países que terão mais autoridade moral para falar de como se cuida de um país", afirmou Lula, em pronunciamento na inauguração da ampliação do sistema de abastecimento de energia, em Florianópolis (SC).
Lula disse que o Brasil é "exemplo de solidez" na economia. O presidente afirmou que o país tem conseguido combater a crise por ter um sistema de bancos públicos que continuam a financiar o crédito.

"Se os Estados Unidos ou a Alemanha tivessem 50% do crédito dos bancos públicos [brasileiros], certamente não estariam passando por essa crise que estão passando por falta de crédito", afirmou. Para o presidente, as instituições financeiras devem abrir seus balanços. "Não é possível que todo e qualquer cidadão seja obrigado a prestar contas à sociedade, e o sistema financeiro internacional, não", disse.(Folha de S.Paulo)

  Escrito por Magno Martins, às 05h35
 
Comentários Comentários (0) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

28
02/09
Pastoral critica e ruralistas apoiam Gilmar Mendes

 O discurso do presidente do Supremo, Gilmar Mendes, contra supostos atos ilegais do MST e financiamento público obtido pelo movimento foi criticado pelo advogado José Batista Afonso, da Comissão Pastoral da Terra. Para ele, há um "caráter mais político que jurídico".
"É estranho que não se ouça palavras sobre impunidade no campo, concentração da terra, necessidade da reforma agrária ou contra proprietários que fizeram grilagem", disse.

Já o presidente da Associação Comercial de São Paulo, Alencar Burti, enviou ontem carta de apoio a Mendes, na qual chamou de "excrescência" o financiamento do MST. Segundo Burti, a posição do presidente do STF é "oportuna manifestação contra o repasse de verba pública para financiar movimentos sociais que atuam em constante desrespeito ao Estado de Direito".(Folha de S.Paulo)

  Escrito por Magno Martins, às 05h20
 
Comentários Comentários (2) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  


Copyright Magno Martins. 2011. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.